domingo, 28 de setembro de 2008

28 de Setembro - Lei do Ventre Livre

Hino à lei de 28 de setembro de 1871

Emancipação da prole das escravas


Quebrou-se a tremenda algema,
Que o pulso do homem prendia,
E res
olveu-se um problema,
Que tanto horror infundia.

Esta data gloriosa
Em le
tras de ouro grava:
-- Em nossa pátria formosa
Não nasce mais prole escrava.

Na terra da liberdade
Destrui-se o jugo vil;
Onde impera a cristandade,

Não há mais raça servil.

Graças ao sábio Monarca,
Da nação chefe eminente,
Não há mais do escravo a marca
No Brasil indepe
ndente.

De Rio Branco à memória
Rendamos eterno culto;
Ergam-se hosanas de glória
A seu venerando vulto.

Ao Estadista eminente
Erga a pátria este padrão:
-- No Brasil independente
Extirpou a escravidão

Destruiu cruel vexame,
Que tanto nos humilhava;

Apagou labéu infame,
Que a fonte nos malsinava.

Da liberdade ao ruído,
Ante a nova geração,
É uma voz sem sentido
A palavra -- escravidão.

Não mais nascerão escravos
Sobre o solo brasileiro;
Não mancha a terra dos bravos
O estigma do cativeiro.

Esta data gloriosa
Em letras de ouro grava:
-- Em nossa pátria formosa
Não nasce mais prole escrava.

Um comentário:

gu disse...

ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIII SEU BLOGGGGGGGGGGG!! PARABENSS!!
BJOKAAAAAAAAAA