domingo, 1 de abril de 2012

Neste Verão (Primeiro Canto)


Neste Verão espero palavras, saraus, pagodes, bailes,
pessoas falando cantando dançando, o que pensam, o que sentem
luzes cores ágoras
num encontro de idades odores culturais.
Areia no pé, sal no corpo.
Neste Verão espero um cuidado com o cotidiano,
com o amigo, o parente, os outros.
Neste verão espero uma festa profunda, comunicativa, ativa
uma festa de poema, honestidade, brincadeira e alegria.
Neste verão espero  no brotar das lágrimas,
uma mídia mais reflexiva e um corte novo de biquini
que a academia se vire para a rua
e que os politicos se tornem cidadãos
espero um certo desinteresse pelo resultado,
que o dinheiro volte a ser, apenas, uma moeda de troca
que o coco volte a ser... cortado com a machadinha.
Neste verão quero comer a carne do coco.
Neste verão
valsa samba e salsa
mendingo, camelô madame
...
que mereçamos as rochas gonduafricanas em que pisamos
que a educação seja louvada
professoras e policia melhor pagas.
Que as nossas crianças estejam
enamoradas do mundo e
que por elas estejamos trabalhando
que as desgraças sejam conversadas
que a ordem não amarre a vida.
Neste verão desejo amor e fantasia
neste amor, desejo verão
desta vida paixão, nesta praia liberdade
desejo o calor de todos os sois,
plantas, samambaias, simbiose.
Neste verão desejo voces,
deste verão a poesia.
Bom verão, amor e sabedoria para todos.
Neste verão desejo ver o verão
que neste verão voces verão,
deste verão...
verão.
(Por Ernesto Neto)

Um comentário:

filha de rosa com pescador disse...

Seu blog é lindinho demais! Adorei!